banner biocinetica cursos

.

Domingo, 27 Agosto 2017 00:00

Garotinho que sobe pelas paredes pode ser filho do Homem-Aranha?

10Reproduzido na íntegra em: site do G1

Ontem nosso diretor técnico, Gustavo Leporace, deu uma entrevista no programa Fantástico, da rede globo, falando sobre o vídeo do menino Arat, um iraniano que é estimulado pelos pais a treinar excessivamente por ter um talento esportivo precoce. Alguns pontos, além dos expostos no programa, são importantes para os papais e mamães entenderem em relação à educação esportiva dos seus filhos:

É possível crianças tão novas como o iraniano Arat fazerem acrobacias complexas? ⠀ 
Sim. Isso pode ser influenciado por alguns aspectos como a idade maturacional ser maior do que a cronológica (ele tem 3 anos, mas tem desenvolvimento motor de 6, 7 anos). Também existem fatores genéticos e excesso de treinamento que podem influenciar. E é nesse último ponto que gostaríamos de nos atentar.

Nessa idade do Arat não é possível determinar, mesmo com sua imensa habilidade, se ele terá um potencial para ser um atleta olímpico, apesar de seu pai acreditar nisso, e isso é bem claro na literatura científica. Existem evidências científicas que 2 em cada 1000 atletas amadores altamente habilidosos de escolas americanas se tornam atletas profissionais na fase adulta…

A especialização esportiva precoce ainda pode trazer possíveis consequências danosas para o corpo e a mente. Na reportagem falamos sobre a questão do risco de lesões musculares e articulares, porém existe uma síndrome importante, chamada de ’Síndrome de Burnout’ (ou síndrome do esgotamento), caracterizada pela sobrecarga de treinamento esportivo excessivo na criança, fazendo com que a criança fique ‘traumatizada’ e vire uma pessoa sedentária na fase adulta. E o sedentarismo é um dos principais fatores de risco para doenças como: obesidade, doenças cardíacas, diabetes entre outros.

Mensagem final para os papais/mamães: 
Deixem seus filhos BRINCAREM!! Atividade física é muIto importante, porém o excesso de cobrança pode trazer consequências danosas no aspecto físico e psicológico!! Estimulem seus filhos a um estilo de vida saudável, praticando atividades de forma supervisionada (como na Educação Física do colégio) assim como de forma não supervisionada para estimular a criatividade e sociabilidade entre outras crianças de sua idade (como pique-pega, subir em árvores, ‘pular carneirinho’ entre diversas outras). 

Não estimulem seus filhos a fazer atividades esportivas pensando em competir e ganhar. O ganho principal está na criação de uma cultura de exercitação para a vida como forma de promoção da saúde e socialização!!

Ficamos à disposição para o esclarecimento de qualquer dúvida relacionada ao assunto!

 

 

 

Confira a matéria na íntegra no site do G1

Depoimentos

  • Paulo da Silva

    A equipe da biocinética me foi muito importante na recuperação de uma lesão de ligamento que tive ao jogar futebol. Se não fosse pelo profissionalismo deste pessoal, não sei nem se teria voltado a praticar o esporte!  Saiba Mais
  • Margareth dos Santos

    A ajuda que o pessoal da Biocinética me deu, em termos de melhoria na qualidade do meu treino, fez toda a diferença no meu desenvolvimento como atleta. Recomendo a todos que estão em busca de uma equipe séria e comprometida com a qualidade física do cliente! Saiba Mais
  • 1
  • 2